segunda-feira, 14 de maio de 2018

Homenagem à "Mãe do Ano / MAC 2018"

Minha mãe, Elzi Russo Amorim,
a homenageada como a "Mãe do Ano"

Eugênio Maria Gomes
Texto publicado no DIÁRIO DE CARATINGA em 13/5/2018

 Foi com grande alegria que eu recebi do amigo Comandante Sebastião Fausto, presidente do MAC – Movimento Amigos de Caratinga - a incumbência de saudar todas as mães, em uma belíssima solenidade dedicada a elas, ocorrida no último sábado, no salão da Unec. De maneira muito especial, a saudação foi dirigida às mães do MAC , na pessoa da querida D. Elzi Russo Amorim, que recebeu da organização o título de “Mãe do Ano”.
Assim, aproveito o espaço do nosso querido jornal DIÁRIO DE CARATINGA, para compartilhar essa saudação com todas as mães. Quem já não ouviu a frase “Mães são anjos de Deus aqui na Terra”? De fato, elas o são. Anjos são interlocutores entre os homens e a Divindade, transformando a linguagem da luz em linguagem do som e vice e versa. Ou seja, o anjo é um grande operário do Senhor, alguém do tipo “faz de tudo”, responsável por fazer a comunicação acontecer, a paz reinar e a felicidade atingir a todos. 
Mãe, também, é assim, esforçando-se o tempo todo, às vezes se sacrificando, para que a paz se faça presente no lar, para que todos se relacionem harmoniosamente e para que a alegria esteja presente na vida de cada um dos membros da família. Dia das Mães! Todos os dias deveriam ser o “Dia das Mães”. Todos os dias deveriam ser seu dia, querida mãe Elzi Russo Amorim, essa linda, simpática e querida senhora, que veio lá das bandas de Carangola para tornar-se uma filha ilustre da nossa querida Caratinga. Todo dia deveria ser seu dia Mãe do MAC, mãe leitora, mãe de todo o Brasil. Um Ser assim, bonito, iluminado, merece ser reconhecido por sua existência todos os dias. Nenhuma Mãe deveria chorar, entristecer-se, ficar amargurada ou passar qualquer tipo de dificuldade. Mãe foi feita para sorrir, para receber carinho, para ser beijada e amada. Mães, assim como os anjos, deveriam viver eternamente. 
Só que Mãe é um ser tão diferente dos outros, que ela reza todos os dias para não ter uma vida mais longa que a de seus filhos. Mãe é assim, um ser sem explicação lógica, mas ideal para ser amado sempre. 
 Nossa querida Mãe Elzi Russo Amorim fará, em breve, 88 anos... Impressionante a vitalidade dessa mulher bonita, pedagoga, supervisora, inspetora, carnavalesca, amante da boa música, do fino cerimonial. Nossa mãe destaque do MAC completará 88 anos de simpatia, de bem viver, de amor à família, aos amigos e à nossa cidade. Eu, quando falo de mãe, fico emocionado... Isso porque bate uma saudade muito grande da minha querida mãe. Também porque quis o destino que eu fosse, meio que sem jeito, um pouco mãe. 
Assim, não tem como não trazer à lembrança a doce figura da minha esposa Sonia, que foi mãe até os últimos instantes, quando mesmo muito doente trouxe à vida nosso presente chamado João Victor. 
Emoção... É nesse sentimento que encontro forças para reverenciar todas as mães do mundo, de maneira muito especial as mães do MAC, através da nossa Mãe Elzi Russo Amorim. Que me desculpem o amigo Edra e seus irmãos, mas D. Elzi é assim, com um coração grande o suficiente para acolher muitos filhos. 
Por falar em Edra, preciso fazer, mais uma vez, o registro sobre essa relação linda, de puro afeto e bem querer, entre ele e sua mãe. É muito bonito ver o carinho, o cuidado com que ele convive com a nossa querida D. Elzi. Um exemplo para todos nós. Uma referência mesmo. Uma sinalização a todos nós de que as mães devem ser amadas, felizes, presenteadas, respeitadas, queridas e homenageadas. Mães, quero desejar, a todas vocês, na pessoa da querida D. Elzi Russo Amorim, que vocês sejam sempre felizes, que os seus passos sejam iluminados, que os seus fardos sejam leves e que, se em algum momento da caminhada, vocês sentirem cansaço, que sejam carregadas no colo. 
 Sim, mães merecem colo! Mães merecem afago, aconchego, carinho, palavras amenas, elogios e presentes. Mães merecem bons filhos, bons maridos, bons netos... 
Mães merecem tudo de bom, pois são anjos, anjos em forma de gente, mandados por Deus a Terra, com o nome de Mãe! E se Mães são anjos de Deus na Terra, então, que recebam o Céu, na Terra! Nas Mães vemos cumprido o verdadeiro sentido do Amor, “que tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”, e, mesmo assim, mantêm, intacto, seu eterno Amor por seus filhos! 
Parabéns D. Elzi Russo Amorim. 
Parabéns mães leitoras, mães do MAC, mães de todo o planeta. FELIZ DIA DAS MÃES!